Após dois anos de pandemia, celebrações dos 134 anos de abolição da escravatura movimentam Belo Horizonte

Guarda de Moçambique e Guarda do Congo Treze de Maio e Nossa Senhora do Rosário homenageia ancestrais e defende suas raízes (Isabel Casimira / Acervo Pessoal)

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

O fim de semana segue com as comemorações pela Abolição da Escravatura que, na sexta (13) completou 134 anos, com diversas programações em Belo Horizonte. Por causa da pandemia as festas ficaram suspensas por dois anos. A expectativa dos organizadores é aproveitar a oportunidade para mostrar a força e a resistência e um povo que foi escravizado.

Quem for à Praça Primeiro de Maio, no Bairro da Graça, na região Nordeste, neste sábado (14) será recebido com atabaques, incensos, cantigas, orações, passes e comidas típicas. A programação é gratuita e faz parte do festejo da Noite de Libertação, Festa dos Pretos Velhos, que já acontece neste local há 40 anos.

Cada centro de Umbanda levará comidas típicas para distribuir para a população.
“Queremos divulgar a expressão de nossa religiosidade e cultura quebrando preconceitos”, explica Pai Ricardo de Moura, um dos organizadores do evento.

Na praça, o público ainda poderá acompanhar os rituais realizados dentro dos terreiros.  
A festa tombada em 2019 como Patrimônio Imaterial de Belo Horizonte também é um momento de confraternização entre os terreiros.

Confira aqui a programação

  • 17h30 – roda de capoeira
  • 19 – Homenagem Figa de Guiné
  • 19h30 – Solenidade aos Pretos Velhos
  • 20h30 – Os terreiros presentes darão início aos trabalhos

Festa de Nossa Senhora do Rosário

Uma das mais tradicionais comunidades no bairro Concórdia, na região Nordeste, organizou a festa de Nossa Senhora do Rosário, santa protetora dos negros. Nesta semana, o grupo também celebra os 78 anos da Guarda de Moçambique e os 24 anos da Guarda de Congo Treze de Maio de Nossa Senhora do Rosário.  

“É uma festa para celebrar nossas crenças, render homenagens aos nossos ancestrais que nos ensinaram quem somos e defender nossas raízes”, explica Isabel Casimira Gasparino, a Belinha, uma das coordenadoras da festa e Rainha Conga de Minas. 

Belinha conta que a intenção era fazer uma festa para mais de 1.200 pessoas, como acontecia tradicionalmente. Mas, por causa da pandemia, foram convidadas seis guardas do entorno do bairro Concórdia, além de representantes de outros grupos da região metropolitana. “Também queremos protestar contra qualquer forma de preconceito, qualquer forma de intolerância”, afirma a Rainha. 

Veja aqui a programação que acontece na  Rua Jataí nº 1.309, no  Bairro Concórdia

15/05
11:00 horas – Cortejo para à casa dos Reis
para trazê-los ao local da Festa.
21:00 horas – Encerramento dos festejos.

22/05
15:00 horas – Descimento das Bandeiras com a participação do Candombe do
Matição, da cidade de Jaboticatubas-MG.

Quilombolas

Um intercambio cultural é a proposta do Kilombo Manzo Ngunzo Kaiango para este sábado, com uma programação aberta ao público que conta com oficinas de pintura, colagem, escrita criativa  com temas sobre a ancestralidade. Também haverá um workshop de capoeira. Serão oito horas de atividades dedicadas à cultura afro-brasileira com vagas destinadas ao público em geral e às comunidades quilombolas. 

Também haverá uma performance cênica  NGUZU, que significa força vital, para falar sobre consciência, existência e resistência. Nas canções e nos textos serão abordadas  questões do cotidiano por meio de elementos linguísticos e objetos de uso comum. 

Toda a programação será na rua São Tiago, 216, Bairro Santa Efigênia, confira:

Oficinas de pintura, colagens, escrita criativa e workshop de capoeira


Horário: 9h30h às 19h
Entrada: mediante inscrição pelo e-mail oficinas.circuito@gmail.com
Classificação: 16 anos
Local: Kilombo Manzo Nzungu Kaiango – Rua São Tiago, 216, Santa Efigênia
Performance “NGUZU (Consciência, Existência e Resistência)” de Glaysson Astoni e o Sarau Kilombola
Horário: 19h
Entrada: evento presencial gratuito
Classificação: livre
Local: Kilombo Manzo Nzungu Kaiango – Rua São Tiago, 216, Santa Efigênia

Fonte Hoje em Dia
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.