Operação da Polícia Civil combate clonagem de veículos em Juiz de Fora

Fotos: Polícia Civil/Divulgação

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

Durante a ação, dois automóveis foram apreendidos. Neste ano, investigações já resultaram na apreensão de oito veículos, entre clonados e recuperados.

Na segunda-feira (26), a Polícia Civil de Minas Gerais deflagrou uma operação nos bairros Santa Terezinha e Manoel Honório, com o objetivo de combater a clonagem de veículos na cidade de Juiz de Fora. Em meio aos trabalhos investigativos, a equipe de policiais civis da Delegacia Especializada de Repressão a Roubos apreendeu dois automóveis de luxo. Duas pessoas, 26 e 48 anos, foram encaminhadas à 1ª Delegacia Regional em Juiz de Fora para prestar esclarecimentos e responderão a processo pelo crime de receptação culposa.

 

A matéria continua após a publicidade

De acordo com informações do delegado Rodrigo Massaud, a operação teve início durante a tarde de ontem, quando um empresário do município desconfiou da procedência de um automóvel que seria dado como garantia de empréstimo e acionou os policiais civis. “A Polícia Civil se fez presente em um estacionamento de um supermercado, onde o empresário analisava o veículo, e realizou a vistoria do carro. Foi constatado se tratar de um automóvel clonado. O jovem de 26 anos, proprietário do Volkswagen Tiguan, disse que não sabia que o veículo era clonado e que pagou a quantia de R$110 mil”, explica.

A segunda parte da manobra ocorreu no início da noite de segunda, quando os policiais abordaram um veículo Honda HR-V, conduzido por um homem de 48 anos, após receberem denúncias de que o automóvel também seria clonado. “O veículo estava sendo utilizado como Uber por seu proprietário. Assim como o jovem, o homem também alegou ter sido vítima de um golpe e teria efetuado o pagamento de R$ 72 mil”, informa.

Segundo o titular da Delegacia Especializada de Repressão a Roubos, neste ano, a unidade policial já apreendeu oito automóveis, entre clonados e recuperados de furto e de roubo, após investigação. Ele alerta sobre golpes envolvendo vendas de veículos clonados. “Sempre destacamos a importância de verificar a procedência do automóvel, antes de realizar a compra, bem como procurar se informar a respeito do vendedor do veículo”, conclui.

Equipe:
Chefe do 4º Departamento, Gustavo Adélio Lara Ferreira.
Delegado Regional em Juiz de Fora, Armando Avolio Neto.
Delegado responsável pela investigação, Rodrigo Massaud Salomão.
Inspetor Wemerson José dos Santos.
Investigadores Bruno Augusto Morin, Leonardo da Silva Garcia e Raian Martins.
Escrivã Marcelle Peloso.

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com