Bruno marca 1º gol após prisão por assassinato de Eliza Samudio

Na internet, não faltaram críticas

Goleiro Bruno Reprodução de internet

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

Na noite de quinta-feira (22), o goleiro Bruno, que cumpre sentença em regime semiaberto pelo homicídio de Eliza Samudio – mãe de seu filho – e cárcere privado, marcou seu primeiro gol após a prisão. De pênalti, ele conseguiu abriu o placar para o Rio Branco, do Acre. Mas o Bragantino, do Pará, empatou na sequência. O jogo, que terminou empatado, era pela Série D do Campeonato Brasileiro.
Este foi o primeiro gol de Bruno desde 2010, quando ele ainda defendia o Flamengo. Ao todo, o goleiro tem cinco gols na carreira.

 

A matéria continua após a publicidade

Na internet, muita gente voltou a criticar o jogador: “Que vergonha, meu Deus. Vocês se orgulham disso? Um cara que matou a mãe do próprio filho? Inacreditável”, escreveu uma internauta. “Em um país sério, com leis de verdade, esse cara estaria ou na corredor da morte ou nunca mais veria a luz do dia fora de 4 paredes, mas como é Brasil e isso aí, sai antes da pena e tem clube que comemora com ele um golzinho. Viva a hipocrisia brasileira”, postou outro. “Time imundo, lugar do Bruno é apodrecendo na cadeia”, escreveu outra.
Fonte Agência O Dia
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com