Polícias Civil e Militar de Minas Gerais realizam operação Cobra em Papagaios e região

Fotos: Polícia Civil/Divulgação

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

A Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG), em uma ação conjunta com a Polícia Militar, realizou, nesta quinta-feira (22), a operação Cobra, com objetivo de combater o tráfico de drogas em Papagaios, no Centro-Oeste mineiro. Até o momento, 15 pessoas foram presas no município e em Contagem. Também foram cumpridos 22 mandados de busca e apreensão nas cidades de Papagaios, Pará de Minas, Contagem e Betim.

 

A matéria continua após a publicidade

As investigações realizadas pela PCMG em Papagaios tiveram início em abril deste ano, a partir do homicídio de membros de um grupo criminoso rival o qual um dos investigados, de 29 anos, com registros policiais por tráfico de drogas e roubo, é suspeito de ser o mandante. Os levantamentos ainda apontam o homem como o líder de uma organização criminosa, composta por dezenas de membros, voltada ao tráfico de drogas nas cidades de Papagaios e Maravilhas, com atuação em Betim e Pará de Minas.

De acordo com o delegado responsável pelas investigações, Douglas Taveira, obtidos os elementos de prova, a Polícia Civil representou à Justiça por mandados de prisão temporária e preventiva, bem como de busca e apreensão. Durante a operação, além das prisões efetuadas, foram apreendidos oito celulares, três tabletes e uma barra de maconha, uma balança de precisão, um pen drive e, ainda, R$ 4,8 mil em dinheiro e R$ 170 em cheque, material para embalagem de drogas e uma arma de fogo.

Fotos: Polícia Civil/Divulgação

 

O delegado regional em Pará de Minas, Carlos Henrique Gomes Bueno, atribui o resultado positivo da ação à integração entre as Forças de Segurança Pública no município. Assim também ressalta o capitão Pedro Henrique Batista Tafuri, subcomandante da 19ª Cia PM, afirmando que a operação Cobra é fruto de esforços conjuntos das polícias Civil e Militar que, diuturnamente, se desdobram para prevenir e elucidar crimes, e garantir um ambiente mais seguro para todos.

Os investigados foram encaminhados ao sistema prisional, ficando à disposição da Justiça.

Foram empenhados na operação 26 viaturas e 87 policiais civis e militares. A ação contou com o apoio da Coordenação Aerotática (CAT) e do Canil da PCMG.

Fotos: Polícia Civil/Divulgação
Fotos: Polícia Civil/Divulgação
Fotos: Polícia Civil/Divulgação
Fotos: Polícia Civil/Divulgação
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com