Polícia Civil apreende armamento de guerra que iria para traficantes em Pedro Leopoldo (MG)

Foto: Polícia Civil/Divulgação

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

A Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) apreendeu, nesta quarta-feira (30), duas submetralhadoras, apetrechos e munições de diversos calibres em um depósito que era utilizado por criminosos em Pedro Leopoldo, na Região Metropolitana de Belo Horizonte (RMBH). Dois homens, de 35 e 41 anos, foram presos em flagrante por porte ilegal de arma de fogo.

 

A matéria continua após a publicidade

Para o chefe do Departamento Estadual de Combate ao Narcotráfico (Denarc), delegado-geral Júlio Wilke, o resultado da ação desencadeada é muito significativo. “É uma ação muito importante, porque conseguimos retirar de circulação armamentos de grosso calibre que, nas mãos de criminosos, poderiam ser utilizadas em diversos homicídios e outros delitos violentos, inclusive contra a polícia”, concluiu.

Foto: Polícia Civil/Divulgação

A equipe de policiais civis do Denarc descobriu que os armamentos, de grande poder bélico, seriam distribuídos para traficantes de diversos aglomerados situados na RMBH. “Os materiais são utilizados pelo narcotráfico para enfrentar as forças de segurança e para defesa contra investidas de grupos rivais”, explica o delegado Rodolpho Tadeu, que coordenou os trabalhos.

 

A PCMG apurou, ainda, que o preso de 41 anos, ex-residente nos Estados Unidos, teria obtido naquele país conhecimento para projetar armas, bem como estabelecer contatos para contrabandear o material. “Essas pessoas lhe enviavam peças separadamente, para posterior montagem do armamento na cidade de Pedro Leopoldo”, detalha Rodolpho.

No momento da abordagem policial, os suspeitos foram flagrados na posse das duas submetralhadoras. Ainda foram apreendidas várias peças que seriam utilizadas para montagem de armas, tais como coronhas, molas, ferrolhos, canos, dentre outras; além de diversas munições de calibres .380, 9mm e .40.

 

As investigações prosseguem para identificação de demais envolvidos no esquema criminoso, bem como apuração de compradores e localização das armas já vendidas.

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com