Polícia Civil de Uberlândia prende três estelionatários de São Paulo

Foto: Polícia Civil/Divulgação

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

A Polícia Civil de Uberlândia prendeu na última sexta-feira (11), três homens acusados de estelionato. Os indivíduos de 21,22 e 23 anos, respectivamente, são acusados de fazer parte de uma organização criminosa especializada nesse tipo de crime. Nesta terça-feira (15) o delegado chefe do 9º Departamento de Polícia Civil, Marcos Tadeu de Brito Brandão, falou sobre a prisão do trio.

 

A matéria continua após a publicidade

DestakNews-Apps no Google Play

“Nossos investigadores apuraram que a associação fazia contato telefônico com suas vítimas, ao argumento de que alguém teria clonado seu cartão de crédito, realizado compras vultuosas e era para a vítima telefonar para o número 0800 existente no verso do cartão para bloqueá-lo, só que eles não encerravam a ligação, ´segurando a linha`”, explicou o chefe do 9º DPC.

Segundo ele, “quando a vítima fazia a ligação, os investigados já a aguardavam, mudavam o locutor e a orientavam a informar a senha – que seria substituída, bem como quebrar o cartão ao meio, redigir uma carta de próprio punho pedindo o cancelamento de tal compra e a substituição de tal cartão”, salientou dizendo que a carta e o cartão seriam entregues ao setor de Segurança e Antifraude.

Foto: Polícia Civil/Divulgação

Conforme o delegado, as vítimas atendiam aos pedidos dos estelionatários e esses, de posse dos cartões, o usavam em máquinas de leitura, que traziam consigo, faziam compras e sacavam dinheiro. A Polícia Civil apreendeu com os três 11 desses equipamentos. Esse grupo, segundo a autoridade policial, é de São Paulo e utilizava hotéis em Uberlândia para praticar os golpes.

A Polícia Civil chegou aos autores após a denúncia de uma das vítimas. Com base nos dados fornecidos, os investigadores identificaram um carro VW Polo que estava sendo usado pelos criminosos, alugado de uma locadora em São Paulo. Com os autores, os policiais apreenderam cerca de R$ 15 mil em dinheiro, telefones celulares, 17 cartões de crédito de terceiros e outros objetos.

Os criminosos foram presos por uma equipe de investigadores da 5ª Delegacia de Polícia Civil, comandada pelo delegado Eduardo Fernandes Perez Leal.

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com