Mulher pega fogo após uso de desinfetante para as mãos contra a Covid

Moradora do Texas precisou passar por cirurgia por causa das queimaduras de segundo e terceiro grau e a casa onde mora foi destruída

Mulher pega fogo após uso de desinfetante para as mãos contra a Covid Foto: Twitter/Reprodução

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

A americana Kate Wise está se recuperando em uma UTI (Unidade de Terapia Intensiva) depois que seu corpo ficou em chamas enquanto ela tentava acender uma vela dentro de casa. O caso ocorreu na cidade de Round Rock, no estado do Texas (EUA).
Segundo o canal local KVUE, afiliado da rede ABC, Wise ficou com queimaduras graves em todo o corpo. Ela contou à emissora que tinha usado um desinfetante para as mãos (no Brasil, o mais comum é o álcool em gel) sem marca, que ela tinha comprado para proteger a ela mesma e às três filhas do coronavírus.

A matéria continua após a publicidade
DestakNews-Apps no Google Play

Do hospital, ela mandou um vídeo falando sobre o acidente. “É algo que você nunca quer que seus filhos vejam: você simplesmente em chamas”, afirmou. “Nunca quis que elas passassem por isso.”
Kathryn Bonesteel, amiga de Wise, lançou uma campanha no site GoFundMe para ajudá-la com as despesas médicas. “Kate colocou as crianças na cama para assistir a um filme”, contou. “Ela usou o desinfetante para mãos que tinha comprado em uma loja de confiança.”
Mulher pega fogo após uso de desinfetante para as mãos contra a Covid
Foto: Twitter/Reprodução
“Logo depois, foi acender algo no quarto e o braço dela pegou fogo”, disse. “Em pouco tempo, houve uma explosão como se houvesse uma bomba. Ela está com queimaduras da cabeça aos pés, de segundo e terceiro graus.”
“Duas das filhas delas correram até um vizinho para ligar para a emergência”, continuou. “Em chamas, ela carregou a filha portadora de deficiência e o cachorro para fora de casa.”
Bonesteel também alertou para a compra de produtos sem marca. “Todos nós estamos comprando o que está facilmente disponível”, avaliou em entrevista à KVUE. “Procuramos lojas em que confiamos, como a Amazon, para comprar os produtos de que precisamos para proteger a nós mesmos e nossas famílias.”
O Corpo de Bombeiros de Round Rock ainda investiga o caso.
Fonte O Tempo
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com