Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes

Nos últimos 12 meses o Creas atendeu 13 casos do tipo em Itapecerica

Prefeitura/Divulgação

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

O dia 18 de maio foi instituído como o Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes. É importante salientar que, infelizmente e ao contrário do que muitos imaginam, esta não é uma realidade distante.

 

 

A matéria continua após a publicidade

 

Nos últimos 12 meses o Centro de Referência Especializado de Assistência Social (Creas) atendeu 13 casos de abuso e exploração sexual infantojuvenil em Itapecerica. Junto com o isolamento social em decorrência da pandemia de Covid-19 tem crescido o número de casos de abuso infantil em todo o país e também no município.

 

Cartilha de Prevenção ao abuso e exploração sexual de crianças e adolescentes (PDF) Clique aqui

 

Criança e Adolescente – Crimes Sexuais (PDF) Clique aqui

 

O Creas recebe denúncias de abuso ou exploração sexual contra crianças e adolescentes, que podem ser anônimas, por telefone ou no próprio equipamento. A partir daí encaminha a vítima para acompanhamento psicológico, aciona a rede de saúde para os devidos exames e cuidados e um trabalho interdisciplinar. Além disso, quando o caso não foi encaminhado pela autoridade judicial, ministerial ou policial, a equipe técnica procede com o envio de relatório para fins de resguardo dos direitos da vítima, que passa a ser incluída no serviço e acompanhada para que o abuso ou exploração não volte a ocorrer.
O Estatuto da Criança e do Adolescente determina que crianças e adolescentes devem ser protegidos de toda forma de negligência, discriminação, exploração, violência, crueldade e opressão. É preciso estar atento às mudanças de comportamento das crianças e adolescentes, pois muitas vezes o abuso acontece de forma sutil e, em alguns casos, até disfarçado de afeto. Uma grande parte das vítimas conhece seus agressores e a maioria é alguém próximo ou da própria família.
A colaboração de toda a sociedade é fundamental para que o problema seja enfrentado e as crianças e adolescentes sejam protegidos. Em caso de suspeita de abuso, os telefones para denúncia são o 100 (Disque Denúncia), 190 (Polícia Militar) e (37) 99828-3024 (Creas).
Prefeitura/Divulgação

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com