Polícia Civil de Uberlândia detém proprietária de drogaria que vendia álcool em gel acima do valor permitido

Divulgação/PCMG

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

A Policia Civil de Uberlândia efetuou nesta quarta-feira (25) a detenção de uma empresária de 41 anos que estava vendendo álcool em gel acima do valor de venda ao consumidor. A detenção ocorreu durante uma ação conjunta com o Procon Estadual e com o Ministério Público. Dezessete frascos do produto foram apreendidos e serão doados para a Apae, segundo informações dos policiais.

 

 
A matéria continua após a publicidade

 
Os policiais civis e os fiscais chegaram a uma drogaria no bairro Presidente Roosevelt, em Uberlândia (MG) que fazia a venda do produto, e ao perguntarem pelo preço do frasco constataram que a venda estava sendo feita mais de 100% do valor que tinha sido adquirido. Com o flagrante, a empresária foi conduzida para a Delegacia de Plantão e agora vai responder a TCO por crime contra a economia popular.
De acordo com o delegado regional de Polícia Civil, Luciano Alves dos Santos, a fiscalização em estabelecimentos comerciais que vendem o produto e outros insumos vai continuar. Segundo ele, “aqueles que cometerem o delito serão incursos na Lei 1521/51, que é a Lei de Crimes contra a Economia Popular, cuja pena pode variar de 6 meses a dois anos de detenção e multa”.
Conforme informações da Polícia Civil, o estabelecimento havia adquirido o frasco por R$ 9,20 e o estaria vendendo por R$ 19,75. A pessoa conduzida para a Delegacia de Plantão, além de empresária também atuava como a gerente do comércio.
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com