Em dia de apresentação de Tardelli, Atlético perde para a Caldense no Mineirão

Jogadores do Galo deixaram o campo sob vaias da torcida

Time misto do Atlético foi derrotado para a Caldense, no Mineirão (Foto: Agência i7/Mineirão)

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

A torcida do Atlético ficou ainda mais ansiosa pela estreia de Diego Tardelli. Sobretudo depois de presenciar, no Mineirão, a ineficiência do ataque alvinegro, na derrota por 2 a 1 contra a Caldense, neste domingo (16), às 16h, pela 6ª rodada do Campeonato Mineiro.

 

A matéria continua após a publicidade


O ‘novo’ camisa 9 do Galo foi apresentado antes da partida e deu uma volta no gramado durante o intervalo, saudando a torcida. Das cadeiras do Mineirão, Tardelli assistiu à derrota do Atlético, a primeira no Mineiro.
A Veterana apostou nos contra-ataques e confirmou a boa campanha no Estadual, chegando aos 13 pontos e assumindo a liderança da competição. O time do Sul de Minas pode ser ultrapassado por Cruzeiro e América, que ainda jogam na rodada.
O técnico Rafael Dudamel optou por escalar um Atlético com a maioria de reservas, poupando seus principais jogadores para a partida contra o compromisso desta quinta-feira, contra o Unión, pela Copa Sul-Americana. O Galo terá a difícil missão de superar a vantagem de 3 a 0 construída pelo adversário na Argentina.

Visitante agressivo

O Atlético tentou pressionar a Caldense, mas não conseguiu furar o bloqueio da Veterana. O Galo até criou algumas chances de ataque e conseguiu, por vezes, chegar à cara do gol de Alyson. Nathan, Patric e Marquinhos tiveram oportunidades de abrir o marcador, mas desperdiçaram as chances. Méritos para o arqueiro da Caldense, que fez ótimas intervenções no primeiro tempo.
Aos 19 minutos da etapa inicial, os contra-ataques do time de Poços de Caldas surtiram efeito. Marcos Damasceno, que saiu do banco de reservas para substituir Artur, escapou pelo meio e apareceu em condições de marcar. Ele ganhou a disputa com Marquinhos, mas foi derrubado pelo atacante do Atlético – pênalti para a Caldense.
Na cobrança, o lateral Filipi Sousa bateu com força, no canto direito de Victor e inaugurou o placar no Gigante da Pampulha: 1 a 0 para a Caldense.

Golpe fatal e vaias

No segundo tempo, Galo seguiu tentando impor um ritmo acelerado à partida. Marquinhos era um dos jogadores mais ativos do time, tentando criar jogadas e arriscando finalizações de média distância. Contudo, os atacantes seguiram sem conseguir vazar a meta alviverde.
Foi preciso um defensor ir à área e balançar as redes. Aos 13’ da segunda etapa, Igor Rabello subiu muito na cobrança de escanteio de Hyoran e cabeceou para o gol, empatando o jogo: 1 a 1.
Dudamel tentou alternativas para melhorar o desempenho do time, tirando Nathan e Ricardo Oliveira, para as entradas de Di Santo e Otero. O argentino foi vaiado, e o venezuelano, aplaudido.
Otero fez sua primeira partida em 2020 e arriscou para o gol em algumas cobranças de falta, mas não conseguiu acertar o alvo.

No final da partida, mais uma vez os contragolpes da Veterana deram resultado. Zé Welison tinha a bola dominada no campo de ataqu, mas perdeu uma bola. A Caldense avançou e a bolca chegou até João Victor, que recebeu dentro da área e bateu de pé canhoto para o fundo do gol, dano números finais ao jogo.

Foi a gota d’água para que a torcida perdesse de vez a paciência e subisse o tom das críticas, vaiando bastante o time. 
ATLÉTICO 1 X 2 CALDENSE
Atlético
Victor; Patric, Igor Rabello, Gabriel e Arana; Zé Welison, Jair e Nathan (Di Santo, 17’/1ºT); Hyoran (Savarino, 35’/2ºT), Marquinhos e Ricardo Oliveira (Otero, 27’/2ºT).
Técnico: Rafael Dudamel
Caldense
Alyson; Filipi Sousa, Guilherme Martins, Lucas Múfalo (Morais, 14’/2ºT) e Rafael Rosa; Franklin (André Mensalão, 35’/2ºT), Daniel e Nathan; João Victor, Artur (Marcos Damasceno, 11’/1ºT) e Luís Henrique
Técnico: Marcus Grippi
Gols: Filipi Sousa (19’/1ºT), Igor Rabello (13’/2ºT), João Victor (44’/2ºT)

Cartões amarelos
: Atlético – Hyoran (36’/1ºT), Patric (38’/1ºT), Nathan (25’/2º/T); Caldense – Rafael Rosa (15’/1ºT), Franklin (40’/1ºT), João Victor (7’/2ºT), Morais (35’/2ºT).

Público
: 14.757

Renda
: R$ 129.939,00

Motivo: 6ª rodada do Campeonato Mineiro

Local
: Estádio Mineirão, em Belo Horizonte – MG

Data e horário
: 16 de fevereiro de 2020 (domingo), às 16h

Árbitro
: Ronei Cândido Alves

Assistentes
: Ricardo Junio de Souza e Frederico Soares Vilarinho
Fonte Super Esportes

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com