Casa-Museu Ema Klabin reabre na semana do aniversário de 466 anos de São Paulo

Casa com Jardim projetado por Burle Marx está aberta à visitação.

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

No próximo sábado (25) haverá uma Caminhada Fotográfica e show de choro com Conrado Bruno Quinteto  em homenagem à Terra da Garoa. O museu também retorna com suas visitas mediadas ao acervo e uma extensa programação cultural.

A matéria continua após a publicidade

A Casa-Museu Ema Klabin, no Jardim Europa, SP, reabre ao público no próximo dia 22 de janeiro com visitas ao acervo e uma rica programação cultural, depois de passar por um recesso para manutenção e higienização. 
Antiga residência da colecionadora e mecenas Ema Klabin (25/01/1907 – 27/01 /1994), a Casa foi convertida em espaço cultural com um acervo que abrange mais de três mil anos de história da arte.
Na galeria há , entre outros, dois quadros de Frans Post.
A cada cômodo da Casa inspirada no Palácio de Sanssouci (Alemanha), e projetada por Alfredo Ernesto Becker em meados dos anos 50, o visitante se depara com obras de grandes mestres da arte.  Só para se ter uma ideia, na sala de música há duas obras de Marc Chagall: No Campo (à la Campagne- França – 1925) e Noivos Com Trenó e Galo Vermelho (França, 1957). No quarto de hóspede o quadro de Tarsila do Amaral “Rio de Janeiro” (Brasil, 1923); na sala de jantar obras de Mestre Valentim (Brasil, séc. XIX). No quarto principal um quadro de Cândido Portinari, Galos (Brasil, 1940) e um de Di Cavalcanti, Retrato Feminino (Brasil – 1955). Na galeria dois quadros de Frans Post: Vista de Olinda, (Holanda, 1650) e Igreja de São Cosme e São Damião (Holanda, séc. XVII).
No quarto principal, entre outros, quadros de Cândido Portinari e de Di Cavalcanti.
Ao todo, são mais de 1500 itens, entre pinturas, mobiliário de época, peças arqueológicas e decorativas.
No Jardim, projetado pelo paisagista Burle Marx, é possível assistir a concertos aos sábados e se deliciar com um passeio em meio à natureza e um lago com carpas.
Localizada na Rua Portugal, nº 43, no Jardim Europa, a Casa-Museu abre de quarta a domingo, das 14h às 18h, com entrada franca nos fins de semana e ingresso a 10 reais nos outros dias. As visitas podem ser livres ou mediadas.
Na sala de jantar é possível apreciar obras de Mestre Valentim (Brasil, séc. XIX)
Todas as obras da Coleção para acesso online:
Quem não mora em São Paulo também pode conhecer as obras e os ambientes da Casa-Museu Ema Klabin. Por meio da ferramenta digital Explore, no site do museu, é possível consultar com acesso gratuito toda a Coleção da Casa-Museu.  Confira: https://emaklabin.org.br/explore/
Aniversário de São Paulo:
Para comemorar os 466 anos de São Paulo, haverá no dia 25 de janeiro, a partir das 14h30, uma Caminhada Fotográfica pelo bairro do Jardim Europa. A ideia é que os participantes registrem características desse tradicional bairro paulistano pensando sua relação com o desenvolvimento da cidade. É necessário levar uma câmera que pode ser a do celular. São 35 vagas, e a inscrição gratuita está aberta no site.
O aniversário de São Paulo também dá início ao  programa Tardes Musicais  com um espetáculo de choro, às 16h30,  com o grupo Conrado Bruno Quinteto. A proposta do grupo é promover o repertório de Choro, evidenciando o trombone como instrumento solista, inovando  arranjos e interpretações, dividindo o acompanhamento e solos com outros instrumentos como o violão tenor, bandolim,  violão 7 cordas, cavaco e pandeiro.
No repertório, músicas do CD “À Vontade”, que será lançado esse ano pelo quinteto com composições autorais e estilos diferentes dentro da vertente do choro. Entre elas: Gafieira do Arý, Tem Calango no Terreiro, Lá de Casa, Elisa, Perdido em Paris, à Vontade (Conrado Bruno), Choro Gringo (Conrado Bruno e Mayke Oliveira),  Camaleão e Doçura (André Bachur),  Meu Doce Chorinho (Portinho), Ternura (K-Ximbinho) e Munduruku (Alê Moura). O quinteto é  formado por Conrado Bruno ( trombone), André Bachur (bandolim e violão tenor), Ale Moura (violão de 7 cordas) , Emerson Bernardes (cavaquinho) e Ivan Banho (pandeiro e percussão).
 Serviço: 
Casa-Museu Ema Klabin – Reabertura:  22 de janeiro
Visitas mediadas à Fundação Ema Klabin – De quarta a domingo, das 14h às 17h, com permanência até às 18h. As visitas duram em média uma hora. Preço: Sábados, domingos e feriados: entrada franca. De quarta a sexta: R$ 10,00 (inteira) e R$ 5,00 (meia). 
Programação especial de Aniversário de São Paulo– 
Caminhada fotográfica:   dia 25/02/2020, das 14h30 às 16h30, 35 vagas, gratuita-  Inscrição no site www.emaklabin.org.br 
Programa Tardes Musicais: Conrado Bruno Quinteto (Choro) – Dia 25 de janeiro, 16h30, entrada franca- livre – 170 lugares
Livre
EndereçoRua Portugal, 43, Jardim Europa, São Paulo. Telefone (11) 3897-3232
Site: www.emaklabin.org.br     Instagram: @emaklabin  
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com