Delegado da Polícia Civil de São Paulo intimida equipe de reportagem da TV Record

Delegado do 36º DP, na Vila Mariana, tentou impedir o trabalho de uma equipe do Cidade Alerta e chegou dizer que iria levá-los para a delegacia

Delegado proibiu equipe de continuar filmando e fez ameaças/Reprodução/TV Record

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

Durante uma reportagem sobre a localização de 6 corpos em uma obra no bairro do Ibirapuera, na zona sul de São Paulo, o delegado da Polícia Civil de São Paulo Renne Muller Cruz, que trabalha no 36º DP (Vila Mariana), tentou intimidar a equipe do Cidade Alerta, da Record TV.

 

A matéria continua após a publicidade

 

“Se você me mostrar seu documento de identidade agora nós vamos resolver isto. Se não, vamos conduzi-lo para o distrito”, disse o delegado ao repórter Bernardo Armani, em uma transmissão ao vivo durante o programa Cidade Alerta.
A abordagem ocorreu quando o apresentador Luiz Bacci pedia ao repórter para consultar se o delegado poderia dar uma entrevista sobre o caso. Entretanto, Miller afirmou que não gostaria de dar entrevista, nem de ter sua imagem exibida.
A equipe do Cidade Alerta tentou respeitar o pedido do delegado. Entretanto, como a transmissão ao vivo ocorria no meio da rua onde foi registrada a ocorrência, o delegado acabou tendo sua imagem registrada enquanto fotografava o trabalho da equipe de reportagem da Record TV.

Em determinado momento, ele se aproxima e pergunta se a transmissão é ao vivo. O repórter responde positivamente. Instantes depois, o delegado se aproxima do repórter. O áudio da transmissão está desligado, mas é possível ver que o policial está exaltado.
Quando o áudio é ativado, é possível ouvi-lo pedindo os documentos da equipe jornalística. O repórter Bernardo Armani justifica e pede para que ele aguarde o fim da transmissão ao vivo. Após isso, o delegado tenta intimidar a equipe e fazer  o cinegrafista abaixar a câmera.
“Eu pedi para que vocês não me gravassem e vocês me gravaram. Não respeitaram o meu direito. Agora estou determinando que vocês se identifiquem. Por favor, Bernardo, seu documento de identidade, se não vamos conduzi-lo para o 36º Distrito Policial.”
O repórter não se nega a entregar os documentos, mas pede que ele aguarde a conclusão da transmissão ao vivo, mas o delegado continua insistindo. “É desobediência e contravenção penal. Se você me mostrar seu documento de identidade agora nós vamos resolver isto, se não vamos conduzi-lo para o Distrito”, diz o delegado rispidamente ao repórter.
Delegado apareceu ao fundo durante a transmissão ao vivo e ficou irritado/Reprodução/TV Record
Depois, a equipe atende o pedido do delegado, desliga os equipamentos e vai até o veículo da reportagem buscar seus documentos.
Com imagens do helicóptero da Record TV é possível ver que a equipe de investigadores que acompanhavam o delegado no local tira fotos dos documentos da equipe e do veículo da reportagem.
O R7 questionou a SSP-SP (Secretaria de Segurança Pública de São Paulo) sobre o ocorrido, mas até a publicação desta reportagem não recebeu resposta. 
Fonte R7
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com