Divinópolis gera 308 novos postos de emprego em outubro; confira outras cidades do Centro-Oeste mineiro

Arcos e Itaúna foram as únicas cidades entre as pesquisadas pelo Caged que fecharam com saldo negativo.

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

Divinópolis gerou no mês de outubro 308 novos postos de trabalho segundo dados divulgados, nesta sexta-feira (22), pelo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE). No Centro-Oeste, 10 cidades foram analisadas e, segundo os dados, apenas Arcos e Itaúna fecharam o mês com saldo negativo. Confira a situação nos municípios.

 

A matéria continua após a publicidade

Divinópolis

 

O mês de outubro foi encerrado com saldo positivo, sendo gerados 308 novos postos de trabalho, segundo o levantamento do Caged. Foram 2.182 admissões contra 1.847 desligamentos.

O setor que mais contratou foi o de serviços, com 841 admissões. Em segundo lugar no ranking, o comércio foi o setor que mais contratou, com 697. Em terceiro lugar foi a indústria de transformação que gerou 482 novas vagas.

Estes também foram os setores que mais demitiram, sendo que o setor de serviços demitiu 790 pessoas, o comércio desempregou 530 funcionários e o setor de indústria de transformação demitiu 392 trabalhadores.

Arcos

Diferente do mês de setembro, em outubro o município de Arcos registrou mais demissões do que admissões. Segundo o relatório, em setembro foram 399 admissões, contra 359 demissões: saldo de 40 novos postos. Já no mês de outubro foram 406 admissões contra 425 demissões, o que representa um fechamento de mês negativo, com menos 19 postos ocupados.

Em outubro, o setor que mais contratou foi novamente o de serviços, com 118 novos contratos assinados e o que mais demitiu também foi o de serviços, com 127 desligamentos.

Bom Despacho

Desde o mês de agosto Bom Despacho registra mais contratações do que desligamentos. A situação de outubro é de 407 admissões e 374 desligamentos: saldo de 33 novos postos. No mês de setembro foram 73 novos empregos.

Ainda de acordo com dados do mês de outubro, o setor que mais gerou empregos foi o de comércio, com 109 novos contratos assinado, mas também foi o setor que mais demitiu, com o total de 106 desligamentos. Em segundo lugar, o setor que mais contratou foi o da indústria de transformação: 103.

Formiga


Em Formiga, o saldo fechou positivo com a geração de 63 novos postos de trabalho. No geral, foram 693 admissões e 630 demissões. O setor que mais se destacou na geração de empregos foi o de serviços, com 313 admissões. O setor que mais demitiu também foi o de serviços com 214 demissões.

Em setembro Formiga fechou o mês com saldo negativo, com 570 admissões e 585 demissões: saldo de -15 postos de trabalho.

Itaúna


O município de Itaúna encerrou o mês de outubro com menos 153 postos de trabalho.Foram 797 admissões e 950 demissões. O setor de serviços lidera o ranking do que mais contratou, e o que mais demitiu foi o setor de construção civil, com 267 demissões.

Lagoa da Prata


Lagoa da Prata registrou um índice positivo no mês de outubro, com 38 empregos novos. No município foram 405 admissões e 367 desligamentos. O setor que mais contratou foi o de serviços, com 114 contratações e o que mais demitiu foi o comércio, com 114 contratos encerrados.

Nova Serrana


Nova Serrana encerrou o mês com 377 novos empregos. O saldo positivo se refere a 1.348 contratações contra 971 demissões. O setor mais expressivo em contratações foi o comércio, com 163 novos empregos e em segundo lugar, o setor de serviços foi o que mais contratou, com 146 contratações. O setor que mais demitiu foi o comércio, com 153 demissões.

Oliveira


Oliveira encerrou o mês de outubro com 51 novos empregos. Os dados do Caged apontam 246 contratações e 195 desligamentos, um total de 51 novos contratos fechados. O setor que mais contratou foi o de serviços, com 82 novos empregos e também foi o que mais demitiu, com 75 menos postos de trabalho.

Piumhi


O município de Piumhi também encerrou o mês com saldo positivo. Foram gerados 44 novos empregos no total, sendo que ocorreram 322 contratações, contra 278 demissões. O setor com maior destaque em contratos fechados foi o de comércio, que gerou 100 novos postos de trabalho em outubro e em segundo lugar, foi o setor de agropecuária, com 99 novos empregos. O setor que mais demitiu foi o de comércio que também demitiu 100 pessoas.

Pará de Minas


Em Pará de Minas foram 282 novos postos de emprego, sendo 1024 novos empregos contra 742 demissões. O setor que mais contratou no mês de setembro foi o da indústria da transformação, com 246 empregos gerados. Neste mês o que mais contratou foi o de serviços, com 269 novos empregos.O setor que mais demitiu no mês de setembro foi o de serviços, com 212 desligamentos. No mês de outubro o que mais demitiu foi o setor de comércio, com 209 desligamentos.
Fonte G1 Centro-Oeste

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com