Motorista de aplicativo suspeito de aplicar golpes é preso pela Polícia Civil em Contagem (MG)

Divulgação/PCMG

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

A Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) cumpriu, na última quarta-feira (25), mandado de prisão temporária contra Ewerton Martins Alves, 41 anos, no Bairro Chacará, em Contagem. Ele atuava como motorista de aplicativo de transporte em Belo Horizonte.

 
A matéria continua após a publicidade

De acordo com a Delegada Roberta Sodré, que conduziu a investigação, o suspeito, ao final de cada corrida, afirmava que o pagamento prévio não havia sido registrado e convencia a vítima a realizar novo pagamento com cartão de débito. Ao passar o cartão na máquina, acrescentava duas casas decimais aos valores originais, causando prejuízos enormes às vítimas. Até o momento, foram contabilizados mais de R$50 mil de prejuízo aos usuários, sendo, em sua maioria, pessoas idosas e mulheres, contou a Delegada.
No curso das investigações, foi apurado que o suspeito também lesou uma vítima da cidade de São Sebastião da Anta, no interior de Minas, ao adquirir uma caminhonete e um veículo utilizando cheque fraudado, no valor de R$ 120 mil.
Durante a operação, foram apreendidos a réplica de uma pistola, um porta-documentos do Poder Judiciário em nome do suspeito, R$1700 em dinheiro, uma máquina de cartão, dois telefones, notebook e impressora.
As investigações continuam e a Polícia Civil acredita que possam surgir novas vítimas. O suspeito irá responder pelo crime de estelionato.
A ação foi realizada pela 1ª Delegacia de Polícia Civil Venda Nova, pertencente ao 1º Departamento de Polícia Civil.
Divulgação/PCMG
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com