Sargento da PM é atropelada por criminosos durante uma abordagem a um veículo roubado em Mauá (SP)

Divulgação/Redes Sociais

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

Uma sargento da Polícia Militar morreu na madrugada desta terça-feira (03), após ser atropelada por um veículo ocupado por dois criminosos. Foi durante uma fiscalização de trânsito. A dupla foi presa logo depois pela PM.
Por volta das 05h, a Sargento Tais Valéria Fanasca Melloni estava de serviço quando tentou abordar o veículo pela Rua Sebastiâo Antônio da Silva, no Jardim Zaíra na cidade de Mauá, na grande São Paulo.

 
A matéria continua após a publicidade

Os bandidos estavam em um veículo GM Corsa Classic roubado e, ao perceberem a policial militar na via dando ordem para parar, os bandidos avançaram e atropelaram a sargento.
Ela foi socorrida ao Pronto Socorro Nardine, porém não resistiu e veio a falecer. Os bandidos foram presos posteriormente na Travessa Manoel Nascimento.
A Sargento Tais tinha 42 anos de idade e estava trabalhando na Policia Militar há 22 anos. Ela deixou duas filhas.

A Polícia Militar de São Paulo, divulgou uma nota de pesar em sua página nas redes sociais.

 

É com extremo pesar que a Polícia Militar do Estado de São Paulo informa o falecimento, em serviço, da Sargento PM Tais Valéria Fanasca Melloni, pertencente ao 38° Batalhão de Polícia Militar Metropolitano, em razão de complicações decorrentes de um atropelamento ocorrido nesta madrugada.
Hoje (3), a Policial Militar realizava atividade DEJEM pelo município de Mauá, quando ao tentar abordar um veículo roubado ocupado por dois criminosos, covardemente foi atropelada. Ela foi socorrida ao Pronto- Socorro Nardine, mas não resistiu aos ferimentos. O veículo foi abordado na sequência e os dois criminosos foram detidos.
A Sargento Tais tinha 42 anos de idade, servia à sociedade paulista há 22 anos, era divorciada e deixa duas filhas.

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com