Operação desvenda esquema interestadual de tráfico no Norte de Minas Gerais

Divulgação/PCMG

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

Com o objetivo de combater o tráfico interestadual de drogas em Pirapora, a Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) realizou, nessa quarta-feira (21), operação em Luizlândia do Oeste, no Norte de Minas. Ao todo, foram detidos nove suspeitos: um de Brasília (DF), quatro de Luizlândia do Oeste e quatro de Pirapora, sendo que dois eram adolescentes.

 
A matéria continua após a publicidade

Ainda no curso da ação, a polícia apreendeu 12 tabletes de maconha, três pedras de crack, um revólver calibre 38, seis munições calibre 38, um carro (usado para transportar a droga), duas motos (usadas para entregar o entorpecente) e celulares.
De acordo com as investigações, os suspeitos saíam da cidade de Luizlândia do Oeste (conhecida como JK) para comprar entorpecentes em Pirapora e revender na referida cidade.

Ação planejada

Durante ação policial, foi localizado um carro, com placa de Patos de Minas, ocupado por quatro indivíduos. Ao serem abordados, eles afirmaram ser de Luizlândia do Oeste e que estavam no local para comprar droga de uma pessoa conhecida como Gordim e de um parceiro dele. Em posse dessa informação, a polícia conseguiu localizar a dupla suspeita. Gordim ainda tentou fugir, mas foi capturado. Com ele os policiais encontraram grande porção de maconha.
Os suspeitos contaram à polícia que a droga ficava armazenada no bairro Santa Mariana, local onde foram flagrados três indivíduos. Eles também tentaram fugir, porém, foram alcançados e presos. No momento da prisão, eles jogaram grande quantidade de maconha e crack nas casas vizinhas. Os entorpecentes foram localizados e apreendidos. No imóvel, os investigadores também encontraram um revólver calibre .38 e seis munições intactas.
Um dos suspeitos relatou que a droga que estava em Pirapora é proveniente da cidade de Brasília (DF), contudo, seria revendida a indivíduos de Luizlândia do Oeste (JK). Os suspeitos irão responder pelos crimes de tráfico de drogas, posse ilegal de arma de fogo, organização criminosa e corrupção de menores. Um dos objetivos da investigação também era o combate a roubos ocorridos na BR 365.
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com