Carreta carregada com ardósia colide contra um posto da PRF na BR-040 em Ribeirão das Neves (MG)

Sentido Brasília da rodovia BR-040 chegou a registrar 10 quilômetros de lentidão no sentido Brasília, depois que carreta bateu em posto abandonado da polícia, matando o condutor

Divulgação/ Concessionária VIA 040

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

A pista de sentido Brasília da BR-040 foi completamente liberada, por volta das 15h40 deste domingo (16), depois de acidente que deixou um morto e provocou cerca de 10 quilômetros de congestionamento. Uma carreta bi-trem carregada com placas de ardósia perdeu o controle em Ribeirão das Neves, na Grande BH. O veículo de transporte de cargas saiu da pista na altura do KM 507, entre o Bairro Florença e o condomínio Vale das Acácias, antes do Posto Chefão, e atingiu em cheio uma guarita abandonada da Polícia Rodoviária Federal (PRF) que ficava à beira do acostamento.

A matéria continua após a publicidade

A força da batida provocou um incêndio que se alastrou pelos destroços do veículo e da construção rodoviária, exigindo uma ação rápida dos bombeiros e se refletindo em interdição parcial do sentido Brasília da estrada e num engarrafamento que chegou a atingir 10 quilômetros de extensão. Depois de 3 horas de trabalhos, as equipes de socorro de bombeiros militares conseguiram retirar dos escombros o corpo do motorista da carreta.

Cinco viaturas do Corpo de Bombeiros e o helicóptero Arcanjo 4 atendem a ocorrência. O caminhão, que transportava placas de ardósia e pegou fogo tinha a placa GWI-7792 e era da cidade de Papagaios, na Região Central do estado, a 150 quilômetros de Belo Horizonte. De acordo com os militares, a estrutura do posto desativado foi completamente danificada e o local foi tomado por uma densa fumaça, o que dificultou a visualização de vítimas e o trabalho de procura dos socorristas.
Entre as placas de ardósia, destroços da carreta e das vigas metálicas do posto, foi encontrado o corpo do condutor do veículo de transporte de cargas, Luiz Carlos Quirino, de 52 anos. A cabine do veículo chegou a ser prensada pela carga que se soltou com a batida, o que impôs ainda mais dificuldade aos trabalhos realizados pelos bombeiros.

Galeria de Fotos

O local do acidente é uma reta com 2,5 quilômetros de extensão e duas pistas por sentido, sem separação física por muretas ou guard raills. Fica bem ao centro do Bairro Florença, próximo à fábrica dos refrigerantes Del Rey e ao lado do Condomínio Vale das Acácias. É um ponto de grande movimentação por ter acessos viários ligando a rodovia a vários corredores que passam pelo bairro e o conectam com outras áreas de Ribeirão das Neves.
O posto rodoviário do local está abandonado e foi completamente depredado, tendo sido pichado, portas arrancadas e janelas destruídas. O local é também um ponto de travessia de pedestres que insistem em não utilizar uma passarela que se encontra a apenas 350 metros, sendo também comum o espaço servir para pessoas pedirem carona.
Fonte Estado de Minas
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com