Polícia Civil prende a dupla; Natal e “Ano Novo” por homicídio em Betim (MG)

Divulgação/PCMG

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

Dois suspeitos de gerenciarem o tráfico de drogas na região dos bairros Icaivera e Parque do Cedro, em Betim, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, foram presos pela Polícia Civil de Minas Gerais, na segunda-feira (3), suspeitos do homicídio de Evandro Anselmo de Oliveira, 31 anos. Natal, Antônio Gonçalves de Abreu, 34 anos, e Alício de Paula Sousa, conhecido como Ano Novo, 33 anos, foram indiciados por homicídio duplamente qualificado por motivo torpe e emboscada.

 

A matéria continua após a publicidade

 

As investigações revelaram que no dia do crime, 5 de janeiro de 2018, os suspeitos atraíram a vítima até o bairro Japu, no bairro Icaivera, em Betim. O Delegado Otávio Luiz de Carvalho, responsável pelas investigações, relatou que a dupla pediu à vítima que fosse desarmada ao encontro porque a Polícia estaria rondando o bairro.
A vítima foi encontrar os suspeitos, que estavam em um carro na Rua Japú, de motocicleta. Quando Evandro estacionou do lado do carro, o trio iniciou uma conversa e, de repente, os investigados saíram do carro e efetuam diversos disparos de arma de fogo contra a vítima¿, explicou Carvalho. Evandro morreu no local alvejado por 15 disparos de arma de fogo, e os suspeitos fugiram do local.
Ainda de acordo com os levantamentos realizados pela Polícia Civil, a motivação do crime seria a disputa por pontos de distribuição de drogas naquela região. Natal e Alício atuariam no tráfico de entorpecentes e são investigados por inúmeros outros homicídios ocorridos na região.
A prisão dos suspeitos pode ainda encorajar outras pessoas e testemunhas dos demais crimes praticados pelos suspeitos e que temiam se manifestar a procurarem a Polícia Civil, destacou o Delegado Otávio de Carvalho, que ainda garantiu que todas as denúncias das ações criminosas da dupla seguem sendo investigadas.
Trabalharam no caso o Delegado Otávio Luiz de Carvalho, o Escrivão Leonardo Avelino Medeiros e a Investigadora Renata Groppo de São José Mol.
Fonte PCMG
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com