Polícia Civil formaliza auto de prisão em flagrante de suspeito de assassinar quatro pessoas em Paracatu (MG)

Delegada Thays Regina Silva está a cargo das investigações (Foto: Carlos Vieira)

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

A Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) formalizou nesta quarta-feira (22) o auto de prisão em flagrante de Rudson Aragão Guimarães, 39 anos, suspeito de assassinar quatro pessoas em Paracatu, no Noroeste de Minas, na noite de terça-feira (21). Dentre as vítimas fatais, estão a ex-namorada do investigado, uma mulher de 59 anos.

 

A matéria continua após a publicidade

De acordo com o registro da ocorrência, a ex-namorada teria sido atacada com uma faca na residência dela, no bairro Bela Vista I. Ainda segundo o boletim, o mesmo suspeito teria se dirigido até uma igreja evangélica, localizada no mesmo bairro, onde ocorria uma cerimônia fechada, e disparado várias vezes contra as vítimas, matando outras três pessoas.
Durante abordagem da Polícia Militar de Minas Gerais (PMMG), que rapidamente percebeu o conflito no interior da igreja, o suspeito acabou sendo atingido por tiros e encaminhado ao hospital.
Tão logo tomou conhecimento dos fatos, a PCMG imediatamente instaurou inquérito para investigar os homicídios. O suspeito já foi ouvido e autuado em flagrante.
A Delegada Thays Regina Silva está a cargo das investigações e prestará outras informações à imprensa ainda nesta quarta-feira (22).
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com