Itapecerica/MG, comemorou neste fim de semana os 200 anos do Reinado do Rosário

O Grande Reinado do Rosário de Itapecerica, a maior manifestação cultural do município, completa 200 anos de tradição.

Capitão do Reinado, Anielo D Alessandro (Foto: Wellington Vieira/DN)

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

As comemorações tiveram início na sexta-feira (3) e nesta segunda (13), acontece o encerramento das festividades.

A matéria continua após a publicidade

Este fim de semana foi marcado pela edição especial do Grande Reinado do Rosário de Itapecerica, que completa 200 anos de celebração e história. Além da programação tradicional, que encanta a todos, ano após anos, foi realizado neste domingo (12), um grande e emocionante cortejo em homenagem ao bicentenário da Irmandade de Nossa Senhora do Rosário dos Homens Pretos.

A atriz Zezé Motta e o ator e músico Maurício Tizumba, importantes referências do movimento negro, participaram do cortejo e foram coroados Reis Congos do Reinado do Rosário de Itapecerica. O cortejo contou ainda com a presença de ternos de diversas cidades mineiras. O cortejo saiu no início da noite, em frente à Prefeitura, e seguiu em direção ao palanque real, na Praça Santa Cruz.

Galeria de Fotos

 

Tradição

A Festa de Reinado é realizada em Itapecerica desde o tempo da escravidão. O Brasil ainda era colônia de Portugal e a celebração já era praticada pelos negros africanos que, com muita saudade, cantavam relembrando sua terra. Existe na Associação do Reinado do Rosário de Itapecerica, herdeira da Irmandade de Nossa Senhora do Rosário dos Homens Pretos, o Estatuto datado de 1818 e registrado por ordem régia no Rio de Janeiro em 1823. No entanto, diziam os moradores mais velhos que, antes dessa data, já existiam as festas nas aldeias dos negros.

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com