Com carta de Lula aos mineiros, PT lança candidaturas de Pimentel e Dilma em convenção

Convenção neste domingo lançou candidaturas de Lula e Pimentel ao Senado e Governo, respectivamente

Foto:Riva Moreira

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

Com direito a uma uma carta do ex-presidente Lula direcionada aos mineiros, o Partido dos Trabalhadores (PT) em Minas Gerais oficializou, neste domingo (5), as pré-candidaturas de Fernando Pimentel ao governo do Estado, e da ex-presidente da república, Dilma Rousseff, ao Senado.

A matéria continua após a publicidade

A convenção, realizada na Quadra da Vilarinho, em Venda Nova, formalizou a legitimação feita anteriormente por 250 delegados do partido – na última quinta-feira (2) -, quando o diretório estadual bateu o martelo a favor das pré-candidaturas de Pimentel e Dilma. Apesar disso, não foi feito anúncio do vice de Pimentel. Entre os nomes mais cotados para a vaga está o da deputada federal Jô Moraes (PCdoB).

No discurso, a ex-presidente da república lembrou o processo de impeachment, que sofreu em 2016, e fez menção indireta os tucanos Aécio Neves, pré-candidato a deputado federal, e ao senador Antonio Anastasia, pré-candidato ao Palácio da Liberdade – ambos apoiadores do afastamento de Dilma, à época.

Carta

A convenção petista em Minas também teve a leitura de uma carta escrita pelo ex-presidente Lula, preso no âmbito da Operação Lava Jato. No texto, ele diz que foi “perseguido, condenado e preso sem nenhum crime cometido, a não ser o de lutar pela soberania do Brasil”.

Além disso, na carta, Lula se reafirmou como pré-candidato à presidência e criticou Aécio Neves, que nesta semana confirmou sua pré-candidatura como deputado federal pelo PSDB.

“Aécio Neves, que chegou a pedir recontagem de votos, após perder em 2014, está lançando um prato novo, meio diferente, que não tem muito a ver com a cozinha mineira nem é muito ecológico: o escondidinho de tucano. O povo mineiro não vai engolir essa receita indigesta nem para presidente, nem para governador, nem para o Senado, nem para deputado federal”, diz trecho da carta.

O atual governador Fernando Pimentel também endossou o coro pela candidatura de Lula. “O povo vai votar em quem está do lado dele. Foi o povo que elegeu Dilma duas vezes e o Lula. E vai eleger de novo. Não importa se ele está preso”, disse o governador.

Vice

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva enviou neste domingo uma carta à Executiva Nacional do PT na qual indica o nome do ex-prefeito de São Paulo Fernando Haddad para ser o candidato a vice na chapa do partido. A previsão é que o nome seja confirmado ainda nesta noite.

Fonte Hoje em Dia
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com