Dilma diz que vai derrotar Aécio e Anastasia em Minas

Pré-candidata ao Senado mandou recado para tucanos durante encontro estadual do PT

Dilma Rousseff discursou durante encontro do PT em que confirmou candidatura ao Senado por Minas (Foto: DENILTON DIAS / O TEMPO)

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

Durante reunião do diretoria estadual do PT, nesta quinta-feira, a ex-presidente Dilma Rousseff, que confirmou sua candidatura ao Senado por Minas, mostrou que a sua cassação, em 2016, ainda não foi esquecida. Sem citar nomes, a petista mandou um recado aos senadores Aécio Neves e Antônio Anastasia, que participaram do processo de impeachment que interrompeu seu mandato presidencial.

A matéria continua após a publicidade

“O golpe de 2016 tem dois de seus principais protagonistas aqui e novamente vamos enfrentá-los e derrotá-los”, disse Dilma, ao discursar durante o evento do Partido dos Trabalhadores.

A ex-presidente referiu-se ao fato de ter derrotado Aécio Neves nas eleições presidenciais de 2014. No mesmo ano, Fernando Pimentel elegeu-se governador em Minas, ao superar Pimenta da Veiga, candidato escolhido pelo senador do PSDB.

Dilma voltou a provocar os rivais no final de sua fala na reunião, ao manifestar o desejo de nova vitória dupla nas urnas. Antônio Anastasia será candidato a governador pelo PSDB, enquanto Aécio Neves sairá a deputado federal.

“Espero que sejamos capazes de reverter aqui a dominação desses dois protagonistas do golpe e eleger Fernando Pimentel governador de Minas Gerais para o segundo mandato”, afirmou a ex-presidente.

Durante o encontro petista, Dilma, que nasceu em Belo Horizonte, aproveitou para justificar a escolha em se candidatar por Minas. “Faço parte dessa história muito forte aqui de Minas. Se o golpe de 64 me afastou de Minas, o golpe de 2016 me obriga a voltar”, disse a ex-presidente.

Fonte O Tempo
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com