Pezão veta reajustes a servidores do TJ, Ministério Público e Defensoria do Rio de Janeiro

Aumento havia sido aprovado pela Alerj no fim de junho

O governador Luiz Fernando Pezão - Alexandre Brum / Agencia O Dia

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

O governador Luiz Fernando Pezão vetou, na manhã desta quinta-feira, os reajustes dos servidores do Judiciário do Rio, Ministério Público (MPRJ) e Defensoria Pública, aprovados pela Alerj no fim do mês passado. Os vetos serão publicados no Diário Oficial do Estado desta sexta-feira.

A matéria continua após a publicidade

Os textos previam reajuste de 5% às categorias – excluindo magistrados e membros dos órgãos (como promotores e defensores). Os projetos de lei foram enviados ao Legislativo em 2015 pelo Judiciário e MPRJ (a defensoria foi incluída por emenda) e estavam engavetados desde então.

Mas, a partir de fevereiro deste ano, representantes das categorias passaram a articular a votação das propostas. E a Casa acabou aprovando as revisões salariais já com início para setembro de 2018.

Fonte Agência o Dia
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com