Criminosos incendeiam ônibus em Lagoa da Prata/MG

PMMG/Divulgação

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

Na noite deste domingo (3) por volta das 21 horas, a Polícia Militar foi solicitada a comparecer no Bairro Santa Helena, em Lagoa da Prata/MG, onde o solicitante de 41 anos, disse aos militares que se encontrava no interior de sua residência quando percebeu que o ônibus M.Benz – 1620, de cor branca, o qual o solicitante é motorista estava em chamas.
A matéria continua após a publicidade

O referido veículo, é utilizado para transportar funcionários de uma fábrica de fogos localizada na cidade de Santo Antônio do Monte. O solicitante afirmou não saber se o incêndio foi criminoso e quem seriam os possíveis autores. Compareceu no local uma viatura de bombeiros civis para apagar o fogo, porém, as chamas já haviam consumido quase que todo o veículo. O incêndio não provocou danos em residências próximas e ninguém se feriu. O Fato foi registrado e passado para Polícia Civil, a qual está incumbida de investigar e identificar os possíveis atores do ato criminoso.

Logo após o primeiro fato na mesma data, a Polícia Militar foi acionada a comparecer no Bairro Santa Eugênia, onde o solicitante de 44 anos, gerente operacional de uma empresa de transportes de trabalhadores rurais, disse aos militares que estacionaram o ônibus M.Benz/Masca Granmidi de cor branca em frente à empresa, quando em dado momento parou um veículo ao lado do ônibus com três indivíduos, que um dos ocupantes desceu do veículo e ateou fogo no pneu dianteiro do lado direito do ônibus, que populares visualizaram as chamas iniciais e rapidamente avisaram na empresa e os próprios funcionários debelaram o incêndio que não causou danos no pneu. O solicitante e testemunhas não souberam informar detalhes e características do veículo e autores do crime que após o fato evadiram. O incêndio não provocou danos em residências próximas e ninguém se feriu. O Fato foi registrado e passado para Polícia Civil, a qual está incumbida de investigar e identificar os possíveis atores do ato criminoso.

A Polícia Militar esclarece que as causas e motivação dos fatos criminosos estão sendo apuradas e até o presente momento não há informações se os incêndios possuem alguma relação com fatos da mesma natureza acontecidos em outras cidades do Estado de Minas Gerais.

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com