Funcionários do Estado de Minas Gerais terão ponto facultativo também nesta segunda-feira (28). O governador Fernando Pimentel prorrogou a medida, que já havia sido adotada na última sexta (25), para “minimizar impacto da falta de combustível na oferta de serviços essenciais que serão mantidos”.

A matéria continua após a publicidade

Clique aqui e curta nossa página no Facebook

Clique aqui e Siga-nos no Instagram

As aulas nas escolas estaduais também foram suspensas. Estão mantidos serviços de saúde, segurança pública e das Unidades de Atendimento Integrado (UAIs) da capital.

O comunicado expedido pelo governador neste domingo (27) ainda informa que uma reunião do gabinete de crise do Estado foi agendada para as 14h30 desta segunda.

Belo Horizonte

Devido à greve dos caminhoneiros e à falta de combustível na cidade, a prefeitura de Belo Horizonte também adotou o ponto facultativo para os funcionários do município na próxima segunda.

Assim como Pimentel, o prefeito Alexandre Kalil convocou uma reunião com todo o secretariado às 10 horas para discutir a possibilidade de decretar estado de calamidade pública.