Dinheiro tirado da criminalidade em Patos de Minas ajuda projetos sociais através do CONSEP

Os recursos para a aquisição do material foram retirados da criminalidade através de apreensões feitas pelas Polícias Militar e Civil.

As crianças do Residencial Quebec e Bairro Barreiro ganharam quimonos para as aulas de Jiu-Jitsu/Foto: Patos Hoje

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

O Conselho Municipal de Segurança Pública de Patos de Minas – CONSEP – entregou nesse final de semana uniformes para crianças e adolescentes que participam de projetos sociais apoiados pela entidade. Os recursos para a aquisição do material foram retirados da criminalidade através de apreensões feitas pelas Polícias Militar e Civil e que foram doados pelo Poder Judiciário ao CONSEP.

A matéria continua após a publicidade

Para as crianças do Projeto Bom de Pé, Bom de Bola, Bom de Escola, o Conselho Municipal de Segurança Púbica doou 66 uniformes. Esta iniciativa funciona na quadra do bairro Abner Afonso e utiliza o esporte para manter as crianças na escola e longe da criminalidade. O projeto já existia e ganhou a parceria do CONSEP para se tornar ainda mais eficiente.

Através dos recursos disponibilizados pelo Poder Judiciário, o Conselho de Segurança Pública também pode comprar quimonos e tatame para as aulas de Jiu-jitsu que funcionam no Residencial Quebec e no Bairro Barreiro. As aulas são ministradas por voluntário e a participação do CONSEP tem sido fundamental para que o projeto continue vivo.

Segundo o presidente do CONSEP, Luiz Eduardo Falcão, as duas iniciativas estão vinculadas à frequência e ao comportamento das crianças em sala de aula. Além disso, os voluntários atuam com as famílias dos alunos, oferecendo suporte para que os meninos e meninas tenham uma vida saudável. Juntos, os dois projetos atendem mais de 80 crianças carentes e podem crescer ainda mais.

O Presidente do CONSEP destacou ainda o trabalho que está sendo realizado para a ampliação do Sistema Olho Vivo em Patos de Minas. Luiz Eduardo Falcão disse que a proposta de instalação de mais câmeras em outros pontos da cidade será custeado pela iniciativa privada, através de doações de empresas e instituições.

Fonte Patos Hoje
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com