Atlético e Cruzeiro fazem a 22ª final de Mineiro neste domingo, no Horto

Galo e Raposa iniciam neste domingo, às 16h, no estádio Independência, a 22ª final de Estadual entre os dois rivais

As duas equipes já se enfrentaram neste ano, pela primeira fase do Campeonato Mineiro

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

Olha eles aí de novo decidindo o Campeonato Mineiro! Atlético e Cruzeiro iniciam neste domingo (1), às 16h, no Independência, mais uma disputa de taça regional. O Galo briga por seu 45ª título, e a Raposa quer o 37º caneco de sua história. Por ter feito melhor campanha na primeira fase, a equipe celeste joga por dois empates ou uma vitória e uma derrota pela mesma diferença de gols para ser campeã.

A matéria continua após a publicidade

Isso, no entanto, não é sinônimo de troféu na mão. Desde 2004, quando a atual fórmula de disputa foi adotada, o time em inferioridade no regulamento conseguiu inverter quatro de oito decisões.

Maiores forças do Estado, Atlético e Cruzeiro farão a 22ª final direta entre eles na história. A vantagem é azul: 12 a 8, sendo que uma, a de 1956, foi dividida entre eles (o alvinegro venceu a disputa no campo, mas, por ter escalado um jogador irregular, o Superior Tribunal de Justiça Desportiva resolveu dividir o título do campeonato).

O Cruzeiro chega para a finalíssima invicto, com 12 vitórias, dois empates e um time considerado mais pronto, sob a organização de Mano Menezes, treinador que está no clube desde julho de 2016. Já o Atlético, que optou por revezar times reserva e titular no começo do torneio, tropeçou algumas vezes e chega para o confronto final com três derrotas, três empates e oito vitórias, sendo três delas na fase mata-mata (contra URT e América).

Diferentemente do rival, o Atlético vive um momento de reconstrução, com a preocupação com as finanças em meio à formação de um novo elenco. O time já passou por uma turbulência com a demissão de Oswaldo de Oliveira e tem apostado no trabalho de Thiago Larghi, um ex-auxiliar que se encontra ainda na condição de técnico interino.

Time alvinegro

Escalação. O técnico Thiago Larghi não tem problema de lesão ou suspensão para escalar a equipe. Mas o treinador não quis confirmar a equipe que entra em campo nesta tarde e fechou as atividades ao longo da semana na Cidade do Galo. Victor; Patric, Leonardo Silva, Gabriel e Fábio Santos; Adilson, Elias, Luan, Cazares, Otero e Ricardo Oliveira formam o provável time.

Pendurados. O Atlético entre em campo com os quatro titulares da defesa pendurados com o dois cartões amarelos. Os zagueiros Gabriel e Leonardo Silva, o lateral-direito Patric e o lateral-esquerdo Fábio Santos podem ficar de fora do segundo e decisivo confronto, domingo que vem, no Mineirão, se forem advertidos neste domingo (1). Samuel Xavier e Erik também tem dois cartões.

Time azul

Escalação. O técnico Mano Menezes também fez aquele mistério em relação ao time que entra em campo. No entanto, a equipe não deverá ter muitas surpresas. Na defesa, Léo conseguiu o efeito suspensivo e deve formar a dupla defensiva. No meia, Arrascaeta deve começar no banco, enquanto o ataque, sem o lesionado Fred, será comandado por Raniel.

Pendurados. O Cruzeiro possui cinco jogadores com dois cartões amarelos, sendo que um deles, o lateral-direito Edílson, não vai entrar em campo neste domingo. Os demais atletas pendurados são: Cabral, Henrique, Raniel e Mancuello. O volante Ariel Cabral ainda será julgado na próxima semana por conta da expulsão na vitória por 1 a 0, sobre o Tupi, no primeiro jogo da semifinal.

Horto foi a única casa do Galo nesta temporada

Em 2018, o Horto virou a única casa do Atlético. Em dois meses e meio de temporada, apenas o Independência foi usado como local para os jogos da equipe, deixando o Mineirão de lado neste primeiro momento. Para o Campeonato Mineiro, o Atlético vendeu pacotes de ingressos para seus torcedores pelo preço de R$ 40 (contemplou cinco jogos).

Em muitas partidas, o público pagante foi grande, mas, na prática, muitos torcedores acabaram não indo ao estádio. O maior público pagante do ano aconteceu no clássico contra o Cruzeiro, na primeira fase, quando 18.750 torcedores pagaram para acompanhar o duelo. Esse número deve ser batido hoje, já que, até quinta-feira, no último balanço divulgado pelo clube, 19.014 torcedores, incluindo os cruzeirenses, já tinham se garantido no jogo.

Cruzeiro detém maior média do país

A torcida do Cruzeiro vem dando um verdadeiro espetáculo na temporada 2018. A Raposa possui simplesmente a maior média de público presente do país, com cerca de 29.471 torcedores por partida. O recorde do Mineirão neste ano pertence ao clube celeste, quando enfrentou o América, pela quinta rodada do Estadual. Na ocasião, 50.794 torcedores compareceram ao Gigante da Pampulha.

Em 2018, a Raposa já levou mais de 200 mil pessoas em seus jogos dentro de casa. Em oito jogos, 255.840 pessoas estiveram no Mineirão. E a sintonia com a torcida vem dando resultados. Afinal de contas, o Cruzeiro venceu todas as suas oito partidas. Nesse período, foram 18 gols marcados e um sofrido. Este tento aconteceu no último domingo, quando o Cruzeiro venceu o Tupi por 2 a 1.

Maioria atleticana

Nesta tarde, o Atlético, mandante do jogo, terá a maioria dos torcedores no Horto. Foram 20.470 ingressos colocados à venda para os atleticanos. As entradas restantes (1.871 lugares) ficaram separadas para os cruzeirenses. Na partida de volta, no próximo domingo, dia 8, no Mineirão, será a vez de o Cruzeiro levar a maioria dos torcedores. Mas essa divisão desproporcional está com os dias contados. Os presidentes de Atlético e Cruzeiro, Sérgio Sette Câmara e Wagner Pires de Sá, respectivamente, prometeram que os clássicos do Brasileirão serão com torcida dividida, ambos, no Mineirão.

Outras disputas

E se o público do Cruzeiro no Mineiro já vem impressionando, imagina na Copa Libertadores da América? Com a comercialização para sócios sendo feita desde fevereiro, os setores amarelos do Mineirão para o duelo com o Vasco, na quarta-feira, às 21h45, na estreia em casa da Raposa, já estão esgotados. A venda nos pontos físicos começa amanhã, às 10h, no ginásio do Barro Preto e na bilheteria sul do Mineirão. Os valores dos bilhetes variam de R$ 80 a R$ 180. Na quarta-feira, o Atlético recebe o Ferroviário-CE, pela quarta fase da Copa do Brasil, mas o clube ainda não divulgou detalhes da venda.

 

Fonte O Tempo
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com