Santa Casa de Itapecerica/MG, faz alerta sobre uma cena da novela da Globo que abordou a amamentação cruzada

Em comunicado, a entidade afirmou que a prática é contraindicada pela Organização Mundial da Saúde (OMS) e pelo Ministério da Saúde, em virtude dos riscos ao bebê

(Foto reprodução/TV Globo)

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

Uma cena da novela O Outro Lado do Paraíso, da Rede Globo, exibida nesta terça-feira (27), que abordou a amamentação cruzada – quando uma mãe amamenta o bebê de outra pessoa -, provocou uma reação da Santa Casa de Itapecerica/MG.

Em comunicado, a entidade afirmou que a prática é contraindicada pela Organização Mundial da Saúde (OMS) e pelo Ministério da Saúde, em virtude dos riscos ao bebê.

Leia abaixo o comunicado da Santa Casa de Itapecerica/MG, publicado na noite desse sábado em uma rede social.

A novela “O Outro Lado do Paraíso”, da Rede Globo, vem transmitindo, desde a noite de terça-feira (27), uma cena em que a personagem Susy, vivida pela atriz Ellen Roche, promove a chamada “Amamentação Cruzada”, que é quando uma mãe amamenta o bebê de outra mulher que, habitualmente, possa estar apresentando dificuldades no aleitamento.

Mas atenção, apesar da prática ter sido considerada uma boa ação, na ficção, na vida real as evidências são muito diferentes, trata-se de uma prática fortemente condenada pelos especialistas, dado os riscos de transmissão de doenças, através do leite.

No Brasil a proibição da amamentação cruzada é lei, conforme o estabelecido pela Portaria n.° 1.016, de 26 de agosto de 1993, a qual dispõe sobre a proibição da amamentação cruzada, ou seja, proíbe que as mães amamentem outros recém-nascidos que não os seus ou que permitam que seus filhos sejam amamentados por outra nutriz.

PUBLICIDADE

 

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com