De olho na Copa do Mundo: cervejarias artesanais apostam em novos produtos

Sócios da Verace vão lançar cerveja alusiva ao Mundial agora em maio

MAURíCIO VIEIRA

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

Mirando a Copa do Mundo, as cervejarias artesanais mineiras ampliaram os investimentos em produtos especiais para o Mundial e já projetam crescimento de até 500% no volume de vendas em relação a junho e julho de 2017. Neste ano, o evento esportivo acontece na Rússia, a partir do dia 14 de junho.

A matéria continua após a publicidade

Criada há 15 meses, a Cervejaria Verace, com sede em Nova Lima, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, pretende lançar, na primeira quinzena de maio, uma cerveja comemorativa à Copa do Mundo. Para Alessandro Fontenelle, um dos sócios da empresa, apesar de não ser considerado o período mais rentável do ano, os meses de junho e julho, quando o Mundial será realizado, gera grande expectativa em relação às vendas.

“Normalmente, o primeiro semestre é mais fraco que o segundo em relação às vendas. A Copa do Mundo vai antecipar essa demanda em um mês. Temos como meta aumentar de quatro a cinco vezes as vendas em relação ao mesmo período do ano passado”, projeta.

Na primeira quinzena de junho, a belo-horizontina Dunn também lançará uma cerveja alusiva ao Mundial. Segundo José Nílson de Faria, um dos sócios da empresa, o período da Copa é a esperança para alavancar o consumo do produto.

“Este início de ano está muito ruim para nós do mercado cervejeiro. Na Copa, a expectativa é de que as vendas sejam melhores do que do ano passado. Esperamos um crescimento de pelo menos 20%”, projeta.

Nas prateleiras
Enquanto as concorrentes ajustam os últimos detalhes para o lançamento dos produtos especiais para a Copa do Mundo, a Cervejaria Loba saiu na frente, e já lançou no mercado uma cerveja especial para o evento.

Com estilo Premium American Lager, 5% de teor alcoólico, de coloração dourada, a cerveja tem um baixo amargor e um aroma que pode lembrar cereais.
O proprietário da Loba, Aloísio Rodrigues Pereira, faz questão de destacar a ligação entre a bebida, o torcedor e o Mundial de futebol. “Estamos em ano de Copa do Mundo e brasileiro ama futebol. Este lançamento vem para estimular as vendas, prestigiar o futebol e a seleção brasileira rumo à Rússia”, disse.

Alternativa 
Outra empresa mineira que se destaca no ramo cervejeiro é a Wäls. Mesmo sem dedicar um grande investimento em produtos especiais para o evento, a cervejaria espera alavancar as vendas a partir da criação de um chope comemorativo, que será lançado cerca de 20 dias antes do início do torneio.

“O chope vai ser um complemento para a demanda atual que nós temos. Mas a Copa pode ser uma época favorável para as vendas”, afirma Ludmila Brumer, gerente de Marketing da Wäls.

Fonte Hoje em Dia
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com