Dois PMs são presos em Maricá suspeitos de quatro homicídios

Os casos aconteceram no último dia 19 quando quatro pessoas foram mortas e uma criança de 2 anos baleada

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

Rio – Dois policiais militares foram presos em Maricá, Região Metropolitana do Rio, pela Corregedoria da PM e Delegacia de Homicídios de Niterói, São Gonçalo e Itaboraí (DHNSGI), na manhã desta quinta-feira. Segundo as investigações, eles estariam envolvidos em ataque que deixou quatro mortos e uma criança de 2 anos baleada, no último dia 19, nos bairros Nova Cidade e Brasilândia, ambos em São Gonçalo, também na Região Metropolitana.

 

A matéria continua após a publicidade

Os presos são o soldado do 7º BPM (São Gonçalo) Julio Cesar Marreto e o sargento Michel Leandro Duarte da Silva, lotado no Batalhão de Polícia Ambiental. Os dois tiveram a prisão temporária decretada pela 4ª Vara Criminal de São Gonçalo por tentativa de homicídio e homicídio. As investigações apontam que eles teriam ligação com a milícia que atua na região. Uma pistola calibre 380 foi apreendida em Nova Cidade, mesmo calibre da usada no homicídio em Brasilândia. Os dois foram identificados pela polícia através de câmeras de segurança.

No dia seguinte ao ataque, houve inspeção da corregedoria no 7º BPM. Cinquenta policiais da Corregedoria e da DHNSGI participam da ação. A especializada apura o envolvimento de outras duas pessoas nas mortes.

No último dia 21, Julio Cesar foi preso em flagrante por porte ilegal de arma pela DHNSGI. Ele é suspeito de participar da ação do dia 19. A pistola calibre 380 encontrada com ele seria de um outro PM. O militar pagou fiança e foi liberado. A DHNSGI investiga se o companheiro que emprestou a arma também não participou do crime. Na mesma operação, dois veículos de policiais militares foram apreendidos. Um deles é prata, mesma cor de um dos automóveis usados pelos criminosos, como apontam as investigações.

Relembre os casos

Um dos mortos no ataque do dia 19 foi Luciano Conceição da Silva, de 30 anos, pai de Isaque Augusto da Silva, de 2 anos. A criança teve alta no último dia 26. Ele e Ferret Damasceno Lessa, de 20, seriam os alvos dos criminosos. Já o aposentado Luiz da Boa Morte Augusto, de 58 anos, morreu atingido por uma bala perdida. Na Brasilândia foi morto Rafael Ramos de Araújo, de 26 anos, na Rua Minas Gerais.

Fonte Agência O Dia
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com