Após fugir de abordagem policial, atirar contra os PMs e capotar veículo na fuga, homem é preso em Nova Serrana/MG

Durante patrulhamento na noite dessa quarta-feira (28), pelo bairro Amaral em Nova Serrana/MG, policiais de serviço avistaram um fiat uno cinza, ocupado por 04 indivíduos.

(Fotos: Polícia Militar/Divulgação)

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

Os policiais suspeitaram dos ocupantes do veículo e iniciaram um acompanhamento e quando se aproximaram do veículo, deram ordem de parada.

A matéria continua após a publicidade

Os ocupantes não acataram as ordens dos policiais e ainda efetuaram disparos de armas de fogo contra os militares que de imediato repeliram a injusta agressão também efetuando disparos, sem atingir nenhum autor.

Neste momento o condutor do Fiat Uno, evadiu em altíssima velocidade por diversas ruas e BR-262, até que a viatura não conseguiu mais fazer o contato visual.

As viaturas do turno então deram início um intenso rastreamento, quando avistaram na BR- 262, o veículo Fiat Uno capotado e sem nenhum ocupante no interior e nem nas imediações.

No interior do veículo foram encontrados: uma pistola 9mm de fabricação turca e municiada com 12 munições intactas; um carregador 9 mm municiada com 14 munições intactas, dois estojos calibre 9mm deflagrados; um aparelho celular marca Samsung e cinco munições calibre .38 intactas.

 

E em continuação ao rastreamento a guarnição policial realizava patrulhamento, quando passavam próximo ao trevo Nova Horizonte, avistaram um indivíduo em atitudes suspeitas próximo a mata.

Ao abordarem o indivíduo, “A.E.P.S” foi localizado em sua cintura um revólver calibre .38 desmuniciado. Em parlamentação com “A E P S” este confessou que era um dos ocupantes   do Fiat/Uno, sendo preso em flagrante delito.

Em sequência o veículo foi apreendido e removido para o pátio credenciado.

Durante registro do REDS, o COPOM recebeu uma ligação na qual a pessoa de “D R L “, alegava que por volta das 17 horas havia sido vítima de roubo, onde os autores haviam roubado seu veículo Fiat/Uno e sua carteira contendo seus documentos pessoais.

Todavia, “D” somente acionou a PMMG por volta das 22 horas, causando suspeita nos militares. Em diálogo com “D” este alegou que realmente foi vítima de roubo e estava conduzindo o veículo sob ameaças.  Contudo alegava que no momento da perseguição não estava no veículo.

Diante dos fatos, “D” e o autor “A” juntamente com o material apreendido foram encaminhados a DEPOL para maiores esclarecimentos.

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com