Fhemig determina o afastamento de coordenadora de CTI neonatal infestado por formigas; veja o vídeo

AsthemgReprodução

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

A coordenadora do Centro de Tratamento Intensivo (CTI) neonatal da Maternidade Odete Valadares foi afastada do cargo após a divulgação de um vídeo que mostra formigas passando no rosto de um bebê. As imagens também revelam a presença dos insetos em equipamentos que transferem medicação para os pacientes.

Conforme a Fundação Hospitalar do Estado de Minas Gerais (Fhemig), uma sindicância administrativa foi instaurada para apurar a responsabilidade e possíveis omissões “tanto em relação à incidência de formigas no CTI neonatal quanto à segurança e integridade física do bebê que aparece nas imagens”.

Além disso, foi determinada uma nova dedetização no local para garantir o afastamento das formigas. O caso foi denunciado por funcionários da maternidade, que gravaram vídeo mostrando uma incubadora infestada por formigas.

“Absurdo! Recém-nascidos são atacados por formigas na maternidade Odete Valadares. Nos berçários da maternidade, os bebês recém-nascidos que estão em incubadoras estão sendo atacados por formigas existentes no setor”, afirmou a Associação Sindical dos Trabalhadores em Hospitais de Minas Gerais (Asthemg).

A Fhemig garantiu que “o bebê em questão está bem, mas continua sob os cuidados médicos intensivos. Em relação à possível existência de bactéria multirresistente (KPC) não houve nenhuma ocorrência confirmada. A Comissão de Controle de Infecção Hospitalar (CCIH) está acompanhando e monitorando os resultados”.

Fonte Hoje em Dia
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com