Superlotação e falta de viaturas, essa é a realidade do presídio Dr. Nelson Pires em Oliveira/MG

O Presídio Dr. Nelson Pires convive com a superlotação e a falta de viaturas para atender toda demanda do lado externo da unidade.

(Foto: Marcelo Praxedes)

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

Por Marcelo Praxedes

Atualmente 319 detentos estão em Oliveira, número superior à sua capacidade inicial de abrigar uma população carcerária de 114 presos.

A unidade prisional de Oliveira, contava com quatro viaturas, desse total, somente uma viatura cela está sendo empregada nas atividades do dia no sistema prisional. Segundo o Diretor Geral do Presídio Dr. Nelson Pires, Carlos Marcelo, uma viatura cela por determinação da Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (SEAP), foi repassada para a cidade de Candeias, outra está baixada em uma oficina da cidade e a ambulância está quebrada há mais de 6 meses em Belo Horizonte, aguardando autorização para manutenção.

Publicidade

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com